Site Meter

e que mais?
que outras coisas sabes de mim que não sei eu?
que outras coisas sabes de mim que não sabes de ti?
há este imenso relvado comum
ou este quarto escuro comum com este colchão de sombra nos nossos dois corpos

há esta sala profunda e comum de onde a flautista sai a chorar

que queres que conte?

que o final de tarde sou eu sentado sózinho no relvado incomum
a perder de vista
que o final de tarde sou eu sentado sózinho na sala profunda de onde a flautista saiu a chorar
e:

devo sorrir?
devo fazer de tolo?
devo baixar as calças?
devo escrever versos de merda?
devo sair a correr (em que direcção?)
devo inventar a felicidade?
devo pedir desculpa?
devo ter medo de ter medo?
que sabes de mim que eu não sei?
que sabes de mim que não sabes de ti?
que sabes do meu sorriso ao olhar-te no quarto escuro comum com este colchão de sombra nos nossos dois corpos?

que queres?
o final de tarde sou eu sentado sózinho na sala profunda de onde a flautista saiu a chorar:
nada

e nada beijaste

3 comentários:

un dress disse...

sei tudo

do medo:

eternamente

nos recolhe

e alimenta

[ solícito

a bolacha maria e cerelaC:

[ onde sou sempre a primeira a

lamber

os lábios!!!



~

ana disse...

Ninguém beija todos os beijos. temos que viver com isso e ser felizes com os beijos beijados.

nana disse...

e ainda assim



hei-de sorrir-te.




..

Arquivo do blogue



ROSASIVENTOS
DMCA.com