Site Meter








esse calor de anúncio

que encaminha rectamente os povos

num balanço agourado

esse calor recto - faca perfumada

[ esse riso de junho a dezembro

traz-me reis de penas e palavras

ai flores do verde piño breve acaso

alambreados gestos esboçados

a dolência do pó o bafo a cor dourada

e a dança - uma-só-dança

dorida magoada [ e magoada






3 comentários:

K disse...

Que a dor passe e só reste a dança!

Ruela disse...

Profundo...

heretico disse...

poesia pura. germinal...

beijos

Arquivo do blogue



ROSASIVENTOS
DMCA.com