Site Meter

dos momentos que escorrem não teriam que deslizar líquidos
a saliva
o ar
a saliva pelo corpo do saxofone

um desenho elementar: o ar
a falta de ar soprada em tubo dedilhado em procura de ar

outro apontamento evidente: sons
na ponta da asfixia e do sopro: sons inventando sentidos potenciando fés crenças lógicas
sentidos
significados
crenças
instintos
a invenção do instinto e da natureza em cada um como se fosse impossível outra forma
outro modo de existir
outro modo de morrer
de transcender

desculpem:
sobre o amor deveria ser mais fácil escrever, um romantismo superior, a luz de uma vela iluminar a cena ténuemente apagada:

nos olhos fechados
o cheiro orientando o toque
o tempo que desaparece num beijo deveria ser eterno

o equilíbrio do meu corpo espetado contra o teu deveria sossegar o abandono do cão ao tempo
ao espaço
ao frio à chuva ao vento na infelicidade do focinho
ao destino inexistente
mas não:
os domingos sucedem-se
os domingos não terminam
os domingos repetem-se
até não gostares mais de mim

11 comentários:

BANDEIRAS disse...

Garota!!!!!!!!!!

Que lindo este post....

Os domingos sucedem-se, os domingos não terminam, os domigos repeten-se até não gostares mais de mim.

É lindo mais não é verdade, vamos lutar para o renascimento sempre do amor.

boa semana
bjs

ana disse...

Mas tanta... resignação?

burro disse...

nas palavras

uma revolta contida?

legivel disse...

... penso que as coisas não têm de ser vistas assim: tão lineares e com o destino de um cão pelo meio. Ok. É sabido que prefiro gatos, mas...

Vamos lá então dar a volta ao assunto,

as terças-feiras, dão lugar às quartas
as quartas à quintas
as quintas às sextas
as sextas aos sábados

e os sábados não se repetem aos domingos porque é às segundas feiras que gosto de ti. Ou seja, hoje.

Elcio disse...

obrigado pelo carinho...estou em fase de testes nesse blog, contudo, sê mt bem-vinda.
Em breve estarei por aqui com maior frequência.

É isso ai.
Bjs

ivone disse...

domingo que vem
não tem
domingo sem
tem
com domingo também
só dó
em mim
sim
sol
não tem
tem domingo sem
ou domingo tem
mas domingo domingo
não vem
de domingo em domingo
fico
sem

faz assim:
no domingo que vem
vem!

Rui disse...

Domingo é sempre que o Homem puder.

Alessandra disse...

incrivelmente, compartilho de tudo, de cada verso, cada sensação, sentimento... somos feitos de um bocado de domingos!

Rui Caetano disse...

Os momentos exiastem, mas não nos basta assistir ao seu desenrolar, temos de intervir e ganhar cada instante dos nossos momentos.

laura disse...

gostei do teu espaço... já te tinha "visto" pela blogosfera, mas nunca te tinha lido. voltarei.

nana disse...

deveria...


"sobre o amor deveria ser mais fácil escrever".






..

Arquivo do blogue



ROSASIVENTOS
DMCA.com